DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE E ATUÁRIA  
 
Pular Links de NavegaçãoHOME >> ÉTICA

Aumentar/Reduzir texto

Política sobre ética na publicação

A política sobre ética disciplina os relacionamentos entre os vários agentes na publicação de artigos científicos. Não pretende esgotar o assunto, mas tratar os aspectos mais relevantes, inclusive operacionais, no relacionamento entre editores, autores, avaliadores, leitores e comunidade em geral. Nesse sentido, está alinhada com diretrizes da Committee on Publication Ethics (COPE), Scientific Electronic Library Online (SciELO), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e Associação Nacional de Pesquisa em Administração (ANPAD).
Divide-se em:

  • Copyright

    Após a aceitação de um artigo, os autores serão convidados a preencher a "Declaração de Titularidade Originária” e a “Autorização para a Reprodução e para a Tradução de Obra Autoral".

  • Creative Commons

    A atribuição do Creative Commons e CC-BY, sempre reconhecendo aos autores e ao periódico os créditos da pesquisa.

  • Financiamento para pesquisa

    Quando a pesquisa que originou o artigo submetido for financiada por alguma organização, o fato deve ser informado pelos autores na ocasião da submissão do trabalho, no sistema ScholarOne.

  • Conflito de interesse

    Caso exista conflito de interesse entre autores e qualquer outra pessoa ou entidade, deve ser informado pelos autores na ocasião da submissão do trabalho, no sistema ScholarOne.

  • Práticas inadequadas

    No caso de identificação de potenciais práticas inadequadas, tais como redundância, plágio, problemas com uso de bases de dados, conflitos entre autores, conflitos de interesse não esclarecidos, entre outros, uma vez não solucionadas, devem ser discutidas no grupo dos editores. Se ainda assim a questão não for resolvida, será criada uma comissão aos editores para avaliar e decidir sobre o problema e comunicada a sua existência e solução proposta ao Conselho Editorial. Política interna orientará a sequência e envolvimento. Em caso de dúvida, os autores devem encaminhar suas questões à Revista por e-mail ao Editor-Chefe.
    Retratações serão demandadas quando incorreções relevantes forem identificadas em artigos já publicados.

  • Orientações aos autores, avaliadores e editores

    A revisão por pares (Peer Review), em todas as suas formas, tem um papel fundamental no processo de garantir a qualidade e a integridade da produção acadêmica. Este processo depende, em grande parte, da confiança, e demanda que todos os envolvidos atuem de forma responsável e ética. As Diretrizes Éticas do COPE para Revisores Externos estabelecem os princípios básicos e normas aos quais todos os revisores devem aderir no processo de revisão por pares (http://publicationethics.org/). Dentre as diretrizes éticas do COPE, destacamos as seguintes:

    Os revisores externos, na decisão de aceitação ou não da avaliação de um artigo:

    • Devem concordar em somente revisar manuscritos para os quais possuam o conhecimento especializado necessário para realizar uma avaliação adequada e em tempo adequado;

    • Devem respeitar a confidencialidade da revisão por pares e não revelar qualquer detalhe de um manuscrito ou sua revisão, seja durante ou após o processo de revisão por pares, além daqueles divulgados pelo periódico;

    • Não devem usar informações obtidas durante o processo de revisão por pares para benefício próprio, de qualquer outra pessoa ou organização, ou para prejudicar ou desacreditar outros;

    • Devem declarar todos os potenciais conflitos de interesses, buscando orientações do periódico em caso de dúvidas sobre se algo se caracteriza como um conflito de interesse relevante;

    • Devem ser objetivos e construtivos nos seus pareceres, abstendo-se de posturas hostis ou provocativas e de comentários pessoais difamatórios ou depreciativos;

    • Devem providenciar à revista informações que sejam corretas e representem fielmente suas especialidades;

    • Devem reconhecer que assumir a identidade de outro indivíduo durante o processo de revisão é considerado um caso grave de má conduta; e

    • Devem concordar em revisar um manuscrito apenas caso tenham razoável certeza de que possam elaborar um parecer dentro do prazo proposto ou combinado, informando imediatamente à revista em caso de necessidade de um prazo maior.

    Os revisores externos, durante e após avaliação de um artigo, devem:

    • Informar à revista caso não possuam o conhecimento necessário para elaborar o parecer ou, caso consigam avaliar somente parte do manuscrito, indicar claramente as áreas para as quais possuam o conhecimento especializado pertinente;

    • Declarar a qualquer momento potenciais conflitos de interesses (que podem ser pessoais, financeiros, intelectuais, profissionais, políticos ou religiosos, entre outros), buscando orientações da revista caso não tenham certeza se algo se caracteriza como um conflito de interesses;

    • Recusar a revisão caso o conteúdo do manuscrito for muito semelhante a um material que esteja preparando ou que tenha submetido a outra revista.

    • Ler o manuscrito, materiais adicionais (tais como instruções aos pareceristas, declarações de ética e políticas exigidas, arquivos suplementares, entre outros) e instruções da revista em profundidade, contatando o periódico caso algo não esteja claro e solicitando quaisquer itens faltantes ou incompletos que necessitem para elaborar um parecer completo;

    • Não envolver qualquer outra pessoa na revisão de um manuscrito, inclusive pesquisadores que esteja orientando, sem a permissão do periódico; os nomes de quaisquer indivíduos que ajudarem na elaboração do parecer devem ser incluídos nele para serem vinculados ao manuscrito nos registros do periódico e para que também possam receber os créditos devidos pelos seus esforços;

    • Na revisão blind review, caso haja suspeita acerca da identidade do(s) autor(es), notificar a revista se esse conhecimento causar qualquer potencial conflito de interesses;

    • Notificar a revista imediatamente caso encontrem quaisquer irregularidades, estejam preocupados com aspectos éticos do trabalho, tenham conhecimento de uma considerável semelhança entre o manuscrito e uma submissão concorrente a outro periódico ou artigo publicado, ou suspeitem de má conduta durante a pesquisa ou elaboração e submissão do manuscrito; porém, os pareceristas devem manter suas preocupações confidenciais e não levar adiante nenhuma investigação pessoalmente a não ser que o periódico solicite outras informações ou aconselhamentos;

    • Garantir que sua revisão seja baseada nos méritos do trabalho, sem influência, seja no sentido positivo ou negativo, de quaisquer considerações conflitantes pessoais, financeiras, ou de vieses intelectuais;

    • Ser específicos nas suas críticas e incluir evidências, com referências apropriadas, para fundamentar declarações gerais tais como “esse trabalho já foi feito anteriormente” de forma a ajudar os editores nas suas avaliações e decisões, bem como para ser justos perante os autores;

    • Lembrar que o manuscrito é dos autores e não tentar reescrevê-lo de acordo com suas próprias preferências estilísticas caso o texto seja claro; todavia, sugestões de mudanças que melhorem a clareza são importantes;

    • Considerar as sensibilidades relacionadas a questões idiomáticas quando os autores escreverem em um idioma que não é sua língua materna e formular o feedback de forma apropriada e com o devido respeito;

    • Garantir que seus comentários e recomendações ao editor estejam consistentes com seu parecer aos autores; a maior parte do feedback deve ser incluída no parecer para os autores;

    • Não sugerir que os autores incluam citações ao trabalho de pareceristas (ou de seus parceiros) simplesmente para aumentar sua contagem de citações ou para incrementar a visibilidade do seu trabalho; quaisquer sugestões devem ser baseadas em razões acadêmicas ou tecnológicas válidas;

    • Caso seja o editor do periódico e decidir elaborar um parecer sobre o mesmo, fazê-lo de forma transparente e não encoberto na forma de um parecer anônimo.

    • Continuar mantendo os detalhes do manuscrito e sua revisão confidenciais; e

    • Tentar atender as solicitações do periódico para rever revisões ou re-submissões de manuscritos revisados por eles anteriormente.

Quaisquer necessidades de esclarecimentos adicionais podem ser demandadas junto ao Editor-Chefe e à Assistência Editorial (recont@usp.br).

 

PALAVRAS MAIS USADAS

Aqui você encontrará as palavras ou frases mais usadas em nosso sistema de buscas


 
Copyright © 2008 EAC - FEA - USP (Todos os direitos reservados)
Desenvolvimento: Tecnologia - FIPECAFI
Universidade de São Paulo Faculdade de Economia e Adminstração FIPECAFI